Meu, seu, nosso? De quem é esse lugar?

“Por que Saúde é Meu Lugar, e não Nosso? Afinal, não é o lugar de todos nós?” Quem trouxe essa pergunta pra gente foi a Heloiza Freitas de Lima, que participou da nossa última mostra estadual, em Vitória/ES. Achamos essa questão fantástica porque, apesar de a gente já ter falado aqui sobre como o projeto surgiu e foi se transformando nessa coisa maravilhinda que é hoje, nunca falamos com graaaandes detalhes sobre de onde veio esse nome. E a crítica

Continue Lendo

Chegamos a 500 histórias! E a gente nunca esquece a primeira…

Chegamos a 500 histórias no site! São 500 casos que fazem a gente refletir, se animar, querer crescer e construir junto – e a cada dia recebemos mais contatos. Isso merece uma comemoração! Você sabia que a palavra comemorar vem de memória, de  lembrar junto? Pra comemorar, então, nada mais justo que lembrar aqui o primeiríssimo relato que chegou pra gente, meses atrás, deixando nosso coração quentinho de alegria. Essa primeira história falava de um homem que de certa forma atuava na

Continue Lendo

O Pinion em terras capixabas: só amor

Eita, cansaço gostoso! Estivemos no Espírito Santo e passamos a última quinta-feira todinha na Escola Técnica do SUS, que acolheu lindamente nossa mostra estadual por lá. Foram mais de cem pessoas contando histórias, discutindo, rindo, cantando e dançando com a gente. Ó que beleza: A equipe da Escola foi super parceira, tanto na organização do evento como no contato com os trabalhadores do estado, pra incentivar que a galera mandasse relato pra gente. Resultado: até hoje, já temos mais de

Continue Lendo

Mais um jeito de promover saúde entre adolescentes

Quem atua na atenção básica, nos territórios, sabe que é preciso bolar estratégias diferentes pra conseguir chegar em públicos diferentes. E, às vezes, ideias simples fazem toda a diferença. A Cláudia Carollo, uma de nossas narradoras convidadas para a Edição Sul, tinha um problema semelhante ao do Giovani Athayde (se não se lembrar, clica aqui): viu que era difícil fazer adolescentes realmente se interessarem pelo que os profissionais da saúde diziam. “Em geral, adolescentes procuram a unidade de saúde quando

Continue Lendo

Uma tarde cheia e a vontade de ter mais

O segundo dia da nossa Edição Sul foi bem movimentado… Já contamos aqui sobre o papo longo que tivemos sobre a questão da unificação dos ACS e ACS em um só profissional, mas aconteceram vários outros momentos legais. Durante todo o tempo, duas cabines ficaram disponíveis pro pessoal e fizeram enorme sucesso: na primeira, todo mundo podia tirar fotos divertidas, imprimir na hora e levar pra casa (imagina a farra) e, na segunda, fizemos plantão pra receber histórias ali, na

Continue Lendo

Contar o quê? E como?

Na verdadeira Narração, a mão intervém decisivamente, com seus gestos, aprendidos na experiência do trabalho, que sustentam de cem maneiras o fluxo do que é dito. A antiga coordenação da alma, do olhar e da mão é típica do artesão, e é ela que encontramos sempre, onde quer que a arte de narrar seja praticada. Podemos ir mais longe e perguntar se a relação entre o narrador e sua matéria – a vida humana – não seria ela própria uma

Continue Lendo

Site Footer

Sliding Sidebar

Últimas do Instagram

Nossos Canais