Contar o quê? E como?

Na verdadeira Narração, a mão intervém decisivamente, com seus gestos, aprendidos na experiência do trabalho, que sustentam de cem maneiras o fluxo do que é dito. A antiga coordenação da alma, do olhar e da mão é típica do artesão, e é ela que encontramos sempre, onde quer que a arte de narrar seja praticada. Podemos ir mais longe e perguntar se a relação entre o narrador e sua matéria – a vida humana – não seria ela própria uma

Continue Lendo

Site Footer

Sliding Sidebar

Últimas Atualizações

Últimas do Instagram

Nossos Canais